FAQs

Clica numa das seguintes perguntas para ver a resposta, tendo em conta a categoria:



Programa Acertar o Rumo

É um programa de reconversão profissional para a área das Tecnologias da Informação (TI), desenhado para responder às necessidades empresariais. Pretende por um lado colmatar a falta de pessoas com competências na área da informática, e por outro integrar no mercado de trabalho profissionais motivados de áreas com pouco empregabilidade.

Destina-se a pessoas com formação superior, independentemente das suas áreas de formação original, com apetência e gosto pelas Tecnologias de Informação e com forte motivação para redirecionar a carreira profissional.


O Acertar o Rumo é uma iniciativa que vem sendo dinamizada desde 2013, pela Universidade de Coimbra e várias empresas tecnológicas. O programa, qualidade e exigência estão dirigidos às necessidades empresariais. A fase letiva, da responsabilidade da Universidade de Coimbra, é garantia dos padrões de qualidade pelos quais a instituição é reconhecida. A participação ativa das empresas parceiras valida a adequabilidade do programa todos os anos, ao integrarem estagiários nos seus projetos, por um período de 12 meses.

O Acertar o Rumo tem a duração total de 22 meses, sendo que 10 meses correspondem à fase letiva e 12 meses correspondem ao estágio remunerado.

A fase letiva do Acertar o Rumo decorre no DEI da Universidade de Coimbra, em Coimbra. O estágio, numa das empresas parceiras, decorre nas instalações da empresa em causa (e.g., Aveiro, Coimbra, Lisboa, Porto, Viseu, etc.).


Recrutamento e Seleção

Para dar início ao processo de candidatura, basta submeteres o CV on-line, no separador "“Candidata-te" ”deste website.

A seleção de formandos compreende 3 fases: triagem curricular, provas individuais e de grupo, e entrevistas individuais. Avalia-se se o candidato cumpre os pré-requisitos, motivações, apetência para as Tecnologias de Informação, raciocínio lógico-matemático, softskills, etc.

A equipa de seleção manterá contacto com todos os candidatos, fazendo um update frequente do estado do processo de cada pessoa. A passagem ou não à fase seguinte será sempre comunicada a cada candidato pelo elemento da equipa responsável pela comunicação com os candidatos.

A equipa de seleção entrará atempadamente em contacto com os candidatos, fornecendo todas as informações necessárias e esclarecendo qualquer dúvida. As provas individuais e de grupo decorrerão no DEI da Universidade de Coimbra (Pólo II).

A equipa de seleção informa os candidatos se foram ou não selecionados. Posteriormente, os candidatos selecionados terão de se inscrever nos serviços académicos da Universidade de Coimbra. A equipa do Acertar o Rumo manterá contacto próximo com os candidatos, partilhando datas e procedimentos de inscrição.


Fase Letiva

A data oficial do início do curso será atualizada em breve, localizando-se entre a última semana de setembro e a primeira semana de outubro.

A título de propina, o curso tem o custo de 2.850€ por formando, a ser pago no ato da matrícula.

Dada a forte componente prática, é essencial que cada formando tenha o seu próprio computador portátil.

A fase letiva do Acertar o Rumo consiste num Curso não conferente de grau, na Universidade de Coimbra, com 70ECTS.

A fase letiva divide-se formalmente em três trimestres. Nos dois primeiros a avaliação compreende em avaliação contínua (50%) e exame final (50%). O terceiro trimestre é avaliado mediante defesa de projeto e respetivo relatório.

A transição para o trimestre seguinte está condicionada pela aprovação no trimestre anterior. Os formandos com aprovação nos três trimestres letivos têm acesso a estágio remunerado em empresa.

Dada a intensidade do Acertar o Rumo, a fase letiva prevê uma alocação de 8 horas diárias (40h/semana).

O Acertar o Rumo terá os seguintes conteúdos:

  • 1º trimestre: Iniciação à Programação em Java, Sistemas Operativos, Bases de Dados, Redes de Comunicação e Tecnologias da Internet,
  • 2º trimestre: Programação Avançada em Java,
  • 3º trimestre: Projeto

O Acertar o Rumo é focado nas técnicas de programação em Java. Contrariamente a um curso superior de Engenharia Informática, não é objetivo do Acertar o Rumo desenvolver competências de análise, definição de requisitos e outras associadas ao desenvolvimento de software na sua globalidade.

Sim, os formandos que terminam com sucesso a fase letiva recebem um Diploma do curso pela Universidade de Coimbra. No final do Programa (22 meses) e após a defesa do estágio, obtêm um certificado do Acertar o Rumo.

Sim, existe a possibilidade de se concretizar a equivalência em créditos entre as disciplinas lecionadas na fase letiva do Acertar o Curso e a Licenciatura em Engenharia Informática da Universidade de Coimbra, mediante a aprovação do docente responsável.

É possível, mesmo não tendo uma licenciatura em Engenharia Informática. Nesse caso, a aprovação da candidatura necessita de ser autorizada pelo Conselho Científico do Departamento de Engenharia Informática.

Sendo que 86% das empresas considera contratar os seus estagiários, no final da fase de estágio, há fortes probabilidades de os formandos serem contratados pelas empresas em que realizaram o seu estágio. Em todo caso, com as competências e experiência adquiridas, os formandos podem integrar este mercado de trabalho que oferece inúmeras oportunidades. São vários os estudos que apontam para um défice crescente de recursos especializados nas Tecnologias de Informação.


Fase de Consolidação nas Empresas

Várias empresas a nível nacional aderiram ao programa comprometendo-se a receber os formandos do Acertar o Rumo nos seus projetos, em contexto de estágio. Podes consultar no separador “Empresas Aderentes” deste website.

São os formandos que selecionam, por ordem de preferência, as propostas de estágio submetidas pelas empresas. De notar que as colocações são feitas considerando as notas dos formandos na fase letiva. As empresas promovem uma entrevista presencial, a partir da qual formando e empresa aceitam a colocação.

Sim. Foi definida uma remuneração mínima mensal de 750 euros brutos, durante o período de estágio. Este valor inclui subsídio de alimentação, sendo a base tributável de acordo com as regras que estiverem em vigor no período de execução do estágio.


Outras

Não é possível conciliar a frequência do Acertar o Rumo com outro tipo de atividade profissional. Tanto a formação letiva, como a fase de estágio são efetuadas em regime intensivo (cerca de 40h/semana).

Durante a fase letiva do Acertar o Rumo, os formandos têm dispensa da procura ativa de emprego, e não vêem condicionada a manutenção de benefícios por parte da segurança social, nem os futuros no âmbito do IEFP (e.g., integração em programas e medidas de estágio e emprego).

Em caso de seleção para o programa, poderá seguir o seguinte procedimento junto do IEFP para solicitar a dispensa de Procura Ativa de Emprego das apresentações quinzenais na Junta de Freguesia:

Podes, junto do IEFP, solicitar a dispensa de Procura Ativa de Emprego.

1 - Após inscrição no curso, reúne os seguintes documentos:

·  Nos serviços académicos da Universidade de Coimbra ou na secretaria do DEI solicita a) Certificado que comprova a inscrição no curso, b) Declaração em como o curso não atribui bolsa ao estudante

·  A partir da plataforma “Inforestudante” imprime a) Listagem das unidades curriculares do Curso de Programação em Java, b) Calendário oficial do curso de Programação em Java, c) Comprovativo do pagamento de propinas. Solicita o carimbo destes documentos, com data, nos serviços académicos

2 – Envia a documentação reunida por email (se.coimbra@iefp.pt), expondo o teu caso e requerendo a dispensa de procura ativa de emprego e das apresentações quinzenais na Junta de Freguesia, durante o curso. Refere sempre nome completo, ID de utente IEFP e nº de identificação (Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade).

Sim, o programa Acertar o Rumo não tem qualquer limite etário.


Caso alguma das tuas dúvidas não tenha sido esclarecida, por favor, entra em contacto connosco através do e-mail info@acertarorumo.pt