Líderes de Opinião

Partilhamos aqui os testemunhos de alguns dos principais promotores do Acertar o Rumo. Trata-se da perspectiva de quem idealizou e ousou concretizar um programa desta natureza.


"O Programa ACERTAR O RUMO permite aumentar o nível de qualificação de profissionais na área das TI, redireccionando competências para áreas com grande empregabilidade no nosso país. Os alunos com melhor aproveitamento e sucesso neste curso estarão em melhores condições de singrar no mercado de trabalho, algo que está também relacionado com o crescente número de empresas que têm demonstrado interesse em se associarem ao nosso Programa”.



João Gabriel Silva
, Reitor da Universidade de Coimbra





"O Acertar o Rumo é um programa distintivo de requalificação profissional que assenta em três eixos complementares entre si: seleção criteriosa, formação exigente e estágio profissional em contexto real. Da forma como está estruturado, o Acertar o Rumo compromete os jovens portugueses com a construção das suas próprias oportunidades de carreira, aproximando-os de empresas com necessidades de competências de programação informática. Para as empresas, o Acertar o Rumo apresenta, não apenas uma forma nova de reponderem às necessidades de recrutamento de programadores, mas também de se envolverem, arregaçando as mangas, no desenho de uma resposta ao grave problema de desemprego que o nosso país enfrenta."



Gonçalo Quadros
, Administrador da iTGROW e CEO da CRITICAL Software




"Vivemos tempos especialmente difíceis para os jovens. Muitos deles, tendo concluído com muito sucesso a sua formação superior, não conseguem encontrar oportunidades de trabalho nas suas áreas de especialização. As TI apresentam, neste contexto, uma tendência bem diversa, observando-se uma procura sustentada por técnicos qualificados nestes domínios. De facto, é um fator determinante para as empresas portuguesas no âmbito do desenvolvimento dos seus planos de modernização e crescimento, contar com jovens talentosos e bem preparados na área das TI. O Acertar o Rumo surge como resposta a esta realidade. É o fruto do trabalho e experiência das duas entidades promotoras, a iTGrow e a Universidade de Coimbra, que complementarmente desenvolveram um programa de formação e treino profissional, e das empresas que, aderindo a esta ideia, receberão os jovens formandos nos seus projetos informáticos. O Acertar o Rumo dará aos jovens participantes um rumo certo para as suas vidas profissionais! Desejo a todos as maiores felicidades."

Maria Teresa Rocha, Administradora da iTGROW e Diretora de Organização e Qualidade do BPI




"Vivemos em tempos de acelerada depreciação do conhecimento. Estima-se que na maior parte das áreas tecnológicas a taxa de depreciação do conhecimento ande na casa dos 20% ao ano. Isto vale por dizer que em 3-4 anos, sem reinvestimento pessoal, somos todos obsoletos! Só por si, isto justifica todas as apostas de educação universitária continua – ao longo de toda a vida de trabalho. Em paralelo com isso, há disciplinas da Técnica que estão em regime de sobre-procura (procura maior que oferta), a par de outros domínios de Engenharia em que a procura é deficitária. A área de TICE é na Europa, claramente, um domínio em que faltam engenheiros – em face das necessidades de investimento das empresas. Numa altura em que há tanto desemprego qualificado jovem em Portugal faz todo o sentido re-treinar engenheiros, aproveitando grande parte das suas valências de Engenharia de base, e mudando-lhe o foco de domínio para, por exemplo, TICE. Com isto reequilibra-se o mercado e ganha-se em flexibilidade para o futuro. E, mais importante, aumenta-se quase de imediato a empregabilidade dos jovens em questão. Por tudo isto parece-me inteiramente meritório o programa Acertar o Rumo. E por isso conta com o meu apoio explícito e grato, como cidadão e representante português na Digital Champions Europe."

António Murta, Empresário, Co-fundador e Managing Director da Sociedade de Investimentos Pathena